Compartilhar

Etimologia de Evangelismo

Na liturgia cristã, utiliza-se frequentemente a palavra evangelho. Trata-se de um termo que provém do grego euaggélion e significa literalmente "boa notícia". Esta boa notícia ou boa nova faz referência ao Novo Testamento, já que em seus vários livros se fala de Jesus como o salvador da humanidade.

Para os cristãos, a chegada de um messias anunciada pelo profeta Isaías no Antigo Testamento se tornou uma realidade com a morte e ressurreição de Jesus Cristo. Em outras palavras, a presença de Jesus Cristo entre os homens constitui o aspecto essencial da boa notícia ou evangelho. Ao mesmo tempo, para os primeiros cristãos, este termo era utilizado para designar o conjunto de histórias sobre a vida de Jesus de Nazaré.

O movimento evangélico surgiu a partir da Reforma Protestante no século XVI

Como outras religiões, a doutrina cristã apresenta diversos princípios teológicos. E um deles é precisamente o evangelismo. Deve-se ressaltar que o sufixo ismo é empregado para formar um substantivo relacionado a uma doutrina, movimento ou sistema de crenças.

Durante séculos, nos países que se encontravam fora da jurisdição de Roma, havia comunidades cristãs que consideravam a Bíblia como o único rumo que deveria guiar sua fé (entre elas podemos destacar os valdenses ou os albigenses). Paralelamente, estas comunidades se opunham à corrupção da igreja católica e promoviam a tradução das Escrituras Sagradas para as diversas línguas vernáculas.

No século XVI, na Alemanha, o monge agostiniano Martinho Lutero denunciou a corrupção do papado, traduziu a Bíblia para o alemão e impulsionou a ideia da salvação através da fé.

A partir destas propostas, iniciou-se um novo curso no Cristianismo que ficou conhecido como Reforma Protestante.

Na Suíça, o reformador Zuinglio propôs que a Bíblia fosse o único caminho para a salvação. Ao mesmo tempo, o teólogo francês João Calvino promoveu o lema da "sola scriptura" e do "Solo Christo" (a salvação só é possível através das Escrituras e, por outro lado, Jesus Cristo é o único mediador entre Deus e os homens). Estas e outras iniciativas reformistas tinham um denominador: os evangelhos constituem o eixo fundamental para a salvação dos cristãos.

Uma corrente religiosa com diferentes interpretações da Bíblia

Com o passar do tempo o movimento evangélico foi transformando-se em outras correntes: metodismo, pietismo, protestantismo, igreja presbiteriana, igreja da Moravia, evangelismo católico, anglicanismo ou calvinismo.

As igrejas desse movimento cristão apresentam diferentes formas de interpretar a Bíblia, mas todas são inspiradas nos movimentos da Reforma Protestante, iniciada por Lutero.


    : Pamela_d_mcadams

Vinculado

Buscador